Horário Contact Center

Segunda a sexta-feira, das 9h30 às 19h00.

€ Euro (EUR)
£ Libra (GBP)

Portugal - PT
España - EST
United Kingdom - EN

Requisitos para viajar em 2021/2022! Clique aqui.

REQUISITOS PARA VIAJAR

O que precisa de saber para viajar durante a temporada 2021/2022

Informação atualizada no dia 3 de janeiro de 2022, às 13h32.

  • PORTUGAL

  • SAÍDA DE PORTUGAL

    DE AVIÃO

    Tendo em conta que os regulamentos de entrada nos diversos países de destino podem ser alterados a qualquer momento, recomendamos consulta dos mesmos no site da IATA:

    www.iatatravelcentre.com/world.php *

    (*) o mapa é interativo. Clique em cada país para obter informações sobre o regulamento de entrada.

    DE AUTOMÓVEL

    Ao dia de hoje, não existem restrições à saída do território nacional com destino a Espanha.

  • REGRESSO A PORTUGAL
  • ANDORRA

    O Governo de Andorra promulgou, a 24 de novembro de 2021, o Decreto 379/2021, com novas medidas excecionais a aplicar no contexto da emergência sanitária provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2.

    Porque acreditamos que estas medidas poderão vir a estar em vigor durante toda a temporada (através da prorrogação do referido diploma), salientamos os artigos e pontos mais relevantes para quem viaja para Andorra:

    Artigo 1. Medidas básicas de prevenção

    1. O uso de máscaras é obrigatório para todas as pessoas com idade igual ou superior a oito anos nos termos estabelecidos neste Decreto.

    2. As máscaras a utilizar podem ser cirúrgicas, caseiras ou higiénicas.
     
    3. O uso da máscara é obrigatório em espaços fechados de uso público.
     
    4. É dispensado o uso obrigatório da máscara nas vias públicas e nos espaços abertos, desde que não haja aglomeração de pessoas que impeça a manutenção da distância mínima de segurança interpessoal de 1,5 metros.

    Artigo 2. Controle de acesso com certificados COVID-19

    1. O uso de certificados COVID-19 para vacinação, teste diagnóstico ou recuperação é estabelecido como obrigatório para acesso aos estabelecimentos ou eventos listados abaixo:

    c) Estabelecimentos com atividade de discoteca, salão de festas, pubs ou similares.
    d) Estabelecimentos com restaurante, bar, cafetaria e similares, em espaços interiores.
    e) Atividades termais e spa.

    i) Alojamento turístico.

    Artigo 4. Os funcionários dos estabelecimentos ou organizadores dos eventos indicados nos n.ºs 1 e 2 devem verificar através de um controlo de acesso se os clientes possuem um certificado COVID-19 que atesta que cumprem uma das seguintes condições:

    a) Ter sido vacinado contra COVID-19 e ter decorrido catorze dias consecutivos desde a data de administração da última dose do esquema vacinal completo; ou possuir os certificados que comprovem que a pessoa recuperou da doença e está vacinada contra COVID-19 com uma dose da vacina, tendo já passado catorze dias desde a sua administração.
     
    b) Ter recuperado da doença há menos de seis meses.
     
    c) Ter teste diagnóstico negativo para infeção por SARS-CoV-2 (PCR ou TMA realizado nas últimas 72 horas ou teste rápido antígeno realizado nas 12 horas anteriores).


    Artigo 5. O controle de acesso é realizado a partir dos dezasseis anos.

    Para leitura completa do diploma, clique na ligação seguinte: Decreto 379/2021, de 24-11-2021.

    O referido Decreto vigorará até 9 de dezembro de 2021, podendo ser prorrogado ou modificado em função da evolução da pandemia, pelo que atualizaremos estas informações sempre que se justificar.

  • GRANDVALIRA, VALLNORD PAL - ARINSAL E ORDINO-ARCALÍS

    O certificado COVID será obrigatório para o acesso às estâncias de ski de Andorra, tanto para a prática desportiva como para o acesso aos teleféricos, restaurantes, escolas e outras áreas do domínio.

    A imunidade pode ser credenciada por meio de uma das seguintes opções:

    a) Ter sido vacinado contra Covid-19 e ter decorrido catorze dias consecutivos desde a data de administração da última dose do esquema vacinação completo; ou possuir os certificados que comprovem que a pessoa recuperou da doença e está vacinada contra Covid-19 com uma dose da vacina, tendo já passado catorze dias desde a sua administração.

    b) Ter recuperado da doença há menos de seis meses.

    c) Ter teste diagnóstico negativo para infeção por SARS-CoV-2 (PCR ou TMA realizado nas últimas 72 horas ou teste rápido antígeno realizado nas 12 horas anteriores).

    As estâncias de Andorra reservam-se o direito de retirar o forfait a todos os clientes que não consigam comprovar a certificação Covid-19 obrigatória, ou que recusem a realização de um teste rápido antigénico que garanta a sua imunidade.

    Mais informações:

    Grandvalira: Medidas de Prevenção contra a Covid-19

    Vallnord Pal - Arinsal: Medidas de Prevenção contra a Covid-19

    Ordino-Arcalís: Medidas de Prevenção contra a Covid-19

     


  • ESPANHA

  • SIERRA NEVADA

    O acesso ao estabelecimentos hoteleiros e de lazer é feito mediante apresentação de certificado que ateste:

    a) ter recebido o esquema vacinal Covid-19 completo, em conformidade com o Regulamento (CE) 726/2004; ou
    c) ter teste diagnóstico de infeção ativa negativo (nas últimas 72 horas no caso de PCR ou 48 horas no caso de teste rápido de antigénio). No caso de testes rápidos de antigénio, devem constar da lista comum e atualizada de testes rápidos de antigénio para COVID-19, estabelecida com base na Recomendação 2021/ C 24/01, do Conselho da Europa; ou
    b) ter recuperado da Covid-19 e estar no período entre os dias 11 e 180, inclusive, após teste diagnóstico PCR positivo.

    Estão isentas de apresentação de certificado as crianças menores de 12 anos.

    Mais informações na Resolução de 19/12/2021 da Junta da Andaluzia ou na página do Serviço Andaluz de Saúde.

  • FORMIGAL - PANTICOSA E CERLER

    A região autónoma de Aragão estabeleceu novas medidas de saúde pública, através da ORDEN SAN/1665/2021, de 10 de dezembro, com o objetivo de conter a pandemia de Covid-19 no território.

    Salientamos os artigos e pontos mais relevantes para quem viaja para as estâncias de Aragão:

    Quarto artigo. Requisito de certificado COVID.

    1. Os proprietários ou gerentes de estabelecimentos, atividades ou espetáculos ou eventos devem requerer, para participação ou acesso aos mesmos, credenciamento de qualquer das seguintes hipóteses:

    a) ter recebido o esquema vacinal COVID-19 completo, tendo decorrido, no mínimo, 14 dias a partir da última dose;
    b) ter se recuperado da infeção diagnosticada por SARS-CoV-2 e estar no período entre os dias 11 e 180, inclusive, após teste diagnóstico positivo; ou
    c) ter teste diagnóstico de infeção ativa negativo realizado por profissionais de saúde em centros ou estabelecimentos autorizados (nas últimas 72 horas no caso de PCR ou 48 horas no caso de teste rápido de antigénio).
    O referido credenciamento não será exigido para crianças menores de 12 anos.

    2. O credenciamento exigido na seção anterior será exigido nos seguintes casos:
    a) Em geral, em estabelecimentos de hotelaria, restauração e animação noturnas (discotecas, pubs, salões de dança, salas de espetáculos) e similares, bem como em estabelecimentos de jogos e apostas, cuja lotação máxima permitida seja igual ou superior mais de cinquenta pessoas.

    Mais informações: Boletim Oficial da Região Autónoma de Aragão, de 10 de dezembro de 2021.

  • BAQUEIRA-BERET E LA MOLINA-MASELLA

    A região autónoma da Catalunha estabeleceu novas medidas de saúde pública, através da Resolução SLT / 3512/2021, de 25 de novembro, com o objetivo de conter a pandemia de Covid-19 no território.

    Salientamos os artigos e pontos mais relevantes para quem viaja para as estâncias da Catalunha:

    8. Uso do Certificado Covid-19

    O acesso aos locais, estabelecimentos, equipamentos ou espaços habilitados para as áreas de atividade expressamente previstas nesta Resolução está condicionado à apresentação de certificado pelos utilizadores, emitido por serviço público de saúde, em formato digital ou em papel, certificando qualquer uma das seguintes circunstâncias:

    a) Que o utilizador tenha o esquema vacinal completo contra COVID-19 de qualquer uma das vacinas autorizadas (certificado de vacinação).
    b) Que o utilizador tenha teste diagnóstico negativo à COVID-19 realizado nas últimas 72 horas no caso de testes de RT-PCR, e nas últimas 48 horas no caso de testes de antigénio (certificado de teste de diagnóstico).
    c) Que o utilizaodor tenha recuperado da COVID-19 nos últimos seis meses após um resultado positivo obtido através de um teste diagnóstico considerado válido pela autoridade competente (certificado de recuperação).

    14. Atividades de hotelaria e restauração

    O acesso dos utilizadores às instalações e estabelecimentos de restauração está sujeito às condições estabelecidas no n.º 8 desta Resolução.

    Mais informações: Resolução SLT / 3512/2021, de 25 de novembro de 2021.

     


  • FRANÇA

    Medidas sanitárias e recomendações do governo francês para acesso a estabelecimentos que recebam público, como hotéis, restaurantes, bares e outros, na página do Turismo Francês.

     


  • ITÁLIA

    Obrigatória a apresentação de Certificado Covid-19 para acesso a hotelaria, restauração e estâncias de ski. Mais informações na página do Turismo Italiano.

     


  • ÁUSTRIA

    A partir do dia 20 de dezembro de 2021, no caso de passageiros provenientes de Portugal (onde deverá ter permanecido nos últimos 10 dias) aplicar-se-á o seguinte regime de entrada na Áustria:

    i) Certificado de vacinação contra a COVID-19 [i] OU comprovativo de recuperação da doença (nos últimos 6 meses) E teste negativo (biológico molecular PCR realizado nas últimas 72 h);

    OU

    ii) Certificado de vacinação que ateste o reforço de vacinação, i.e. terceira dose e segunda dose no caso da vacina Johnson & Johnson [i].

    Assim, todos aqueles que não tenham certificado que comprove o reforço da vacinação deverão apresentar teste negativo PCR realizado nas últimas 72h para entrar em território austríaco.

    Se nenhum dos pré-requisitos supra se encontrar preenchido, fica o viajante obrigado a ser registado e iniciar quarentena imediatamente. A quarentena terá a duração de dez dias e poderá ser terminada se for realizado um teste PCR negativo no quinto dia após a entrada, na melhor das hipóteses.

    Crianças até aos 12 anos de idade estão isentas de realizar qualquer teste.

    Mais informações no Portal das Comunidades Portuguesas e no site do Turismo Austríaco.

     


  • SUÍÇA

    As autoridades suíças eliminaram, desde dia 4 de dezembro, a quarentena obrigatória à chegada à Suíça. Novas medidas preventivas foram introduzidas, que entraram em vigor nessa data: todas os passageiros provenientes de Portugal, incluindo as pessoas vacinadas ou recuperadas da Covid-19, têm de apresentar um teste PCR negativo, e deverão realizar um segundo teste, PCR ou antigénio, entre o 4° e o 7° dia de estadia na Suíça. Os custos dos testes ficam a cargo dos passageiros.

    Mais informações na página da Embaixada da Suíça em Portugal.

     


  • REALIZAÇÃO DE TESTES DE DIAGNÓSTICO À COVID-19

    Consulte aqui a lista de locais onde poderá fazer testes de diagnóstico à Covid-19, por destino, bem como outras informações relevantes.

REQUISITOS PARA VIAJAR

A carregar as melhores ofertas...

Usamos cookies e partilhamos a sua informação com terceiros para personalizar publicidade, analisar tráfego e oferecer serviços relacionados com rede sociais. Ao utilizar o nosso site, está a aceitar a nossa política de cookies. Conheça a nossa política de cookies.
Aceito